sábado, 12 de fevereiro de 2011

018 Grata Nova

Almeida Sobrinho *



1.
Grata nova Deus proclama
Hoje, ao mundo pecador!
Doce nova revelada,
Lá na cruz do Salvador;
Cego e desviado, o homem,
Dos caminhos do Senhor,
Desconhece e desconfia
Deste Deus, o Deus de amor.

Coro

Grata nova, doce nova,
Vem dos lábios do Senhor;
Escutai com alegria:
"Deus é luz, Deus é amor".

2.
Com ofertas e obras mortas,
Sacrifícios sem valor,
Enganado, pensa o homem,
Propiciar Seu Criador,
Meios de salvar-se inventa;
Clama , roga em seu favor,
A supostos mediadores,
Desprezando o Deus de amor.

3.
Luz divina, resplandece!
Mostra ao triste pecador,
Que na cruz estão unidos
A justiça e o amor.
Fala aos corações feridos,
Mostra-te, Deus Salvador;
E sem fim proclamaremos:
"Deus é luz, Deus é amor".

*Pouca informação há à cerca deste hino; não se sabe se Almeida Sobrinho é na verdade o autor, quer da música e da letra, ou se só o tradutor de um hino de autor desconhecido.


Versão Orquestra Ligeira  @lbertino fernandes